CartaExpressa

Em acampamento indígena, Lula defende ‘revogaço’ de PLs e a criação de um ministério aos povos originários

O ex-presidente visitou o acampamento Terra Livre, em Brasília, onde estão reunidos milhares de indígenas que protestam no Congresso contra projeto que autoriza mineração e garimpo em territórios tradicionais

Créditos: Reprodução
Créditos: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O ex-presidente Lula defendeu, nesta terça-feira 12, instituir  o ‘Dia do Revogaço’ para reverter de imediato projetos de lei do governo Bolsonaro que atentem contra os direitos indígenas.

“A gente não pode pode permitir que o que foi conquista da luta de vocês seja tirado por decreto, para dar direito àqueles que acham que tem que acabar com a nossa floresta e fauna”, declarou durante visita ao acampamento indígena Terra Livre, em Brasília, onde estão reunidos milhares de indígenas que seguem com protestos no Congresso Nacional contra o Projeto de Lei (PL) 191/2020, que autoriza mineração e garimpo em territórios tradicionais.

“Ninguém nesse país vai fazer qualquer coisa em terra indígena, sem que haja a concessão, a decisão, a concordância de vocês”, completou o ex-presidente.

No discurso, Lula também sugeriu a criação de um Ministério indígena em um possível futuro governo. “Eles falam que é necessário reduzir ministérios, mas o que eles não querem é que a sociedade esteja participando ativamente”, disse, em menção ao governo Bolsonaro.

O ex-presidente anunciou que, caso eleito, quer que as populações indígenas participem da inauguração do programa do governo e que, em janeiro, participem de uma reunião para apresentar suas demandas. “Acredito que com a Perseu Abramo [fundação ligada ao PT] e vários partidos aliados poderemos fazer um programa extraordinário”, declarou. “Eu pretendo transformar janeiro no mês da construção das propostas do país que a gente vai reconstruir.”

 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.