CartaExpressa

Eduardo Bolsonaro diz que não há como provar fraude nas eleições

Eduardo Bolsonaro diz que não há como provar fraude nas eleições

A declaração do deputado vai contra o que já afirmou seu pai, que disse ter provas de que as eleições foram fraudadas

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (Foto: Lula Marques)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (Foto: Lula Marques)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) afirmou na segunda-feira 17 que não há provas de que as eleições foram fraudadas. O filho do presidente participou da reunião da comissão do voto impresso na Câmara dos Deputados.

A declaração do 03 é contrária ao que afirma Jair Bolsonaro, que por diversas vezes afirmou ter provas de que as eleições de 2018 foram fraudadas. As provas, no entanto, nunca foram apresentadas.

“Como não temos uma maneira de auditar nossas urnas? Porque da mesma maneira que não conseguimos comprovar que houve fraude, o outro lado também não consegue provar que não houve fraude.  Isso que queremos colocar um ponto final aqui”, afirmou o deputado.

Ao contrário do que afirmou Eduardo, a urna eletrônica é auditável. Qualquer partido pode pedir a recontagem dos votos e acompanhar as apurações.

O projeto do voto impresso é da deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL/DF). A presidente da CCJ conseguiu apoio do presidente da Câmara, Arthur Lira,  para criar a comissão que vai debater a matéria.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem