CartaExpressa

É provável que Pazuello seja punido pelo Exército, diz Mourão

É provável que Pazuello seja punido pelo Exército, diz Mourão

Ex-ministro da Saúde participou de ato político ao lado do presidente Jair Bolsonaro

O VICE-PRESIDENTE HAMILTON MOURÃO. FOTO: ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

O VICE-PRESIDENTE HAMILTON MOURÃO. FOTO: ANTONIO CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, nesta segunda-feira 24, que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pode ser punido pelo Exército após participar de um ato político ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

“É provável que seja [punido]. É uma questão interna do Exército. Ele [Pazuello] também pode pedir transferência para reserva e aí atenuar o problema”, disse Mourão ao chegar ao Palácio do Planalto.

“Eu já sei que o Pazuello entrou em contato com o comandante informando ali, colocando a cabeça dele no cutelo, entendendo que ele cometeu um erro”, acrescentou o vice-presidente.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem