CartaExpressa

Dois estudantes são baleados após confronto entre policiais e criminosos no Rio

Alunos do Cefet ficaram em meio ao fogo cruzado em confronto na Zona Norte

Foto: Divulgação
Apoie Siga-nos no

Dois alunos do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet), no Rio de Janeiro (RJ), foram baleados na noite da última quinta-feira 22, durante um confronto entre policiais e criminosos.

O confronto começou depois que agentes identificaram atitudes suspeitas de homens em uma moto, na região do Maracanã, na zona Norte. Os policiais teriam dado ordem de parada, mas os homens não obedeceram. 

Os estudantes, que não tiveram as identidades reveladas, ficaram no meio do fogo cruzado logo depois de terem saído da unidade do Maracanã do Cefet. 

Eles foram atingidos no tórax e encaminhados para o hospital Souza Aguiar, no centro do Rio. Segundo testemunhas, os dois foram alvejados pelo mesmo tiro. 

O caso está sendo investigado pela 18ª DP (Praça da Bandeira). Uma perícia foi feita no local onde os estudantes foram baleados. Ainda não há informações sobre o estado de saúde dos estudantes.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar