CartaExpressa

Deltan diz ter recebido cobrança de R$ 2,8 milhões do TCU e alega ser vítima do ‘sistema’

O valor se refere às diárias milionárias da Lava Jato; o ex-procurador anunciou que recorrerá à primeira instância

O procurador Deltan Dallagnol. Foto: Heuler Andrey/AFP
O procurador Deltan Dallagnol. Foto: Heuler Andrey/AFP
Apoie Siga-nos no

O ex-procurador do Ministério Público Federal Deltan Dallagnol publicou um vídeo nas redes sociais em que diz ter recebido uma notificação do Tribunal de Contas da União com a cobrança de 2,8 milhões de reais. O valor se refere a passagens, diárias e outros gastos de servidores que atuaram na força-tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Ao se defender, Deltan criticou o que chama de “sistema” e tentou justificar os gastos do MPF com o grupo de procuradores na capital paranaense. “Como qualquer empresa paga, foram pagas passagens aéreas para essas pessoas virem trabalhar, dinheiro para eles pagarem hotel, alimentação, como qualquer empresa pagaria.”

Deltan disse na gravação que o ofício trazia a assinatura do ministro Bruno Dantas, a quem acusou de ser “apadrinhado” do senador Renan Calheiros (MDB-AL). Também afirmou que recorrerá à primeira instância para não pagar os quase 3 milhões de reais.

Em abril, o processo que investiga as diárias milionárias pagas a procuradores da Lava Jato subiu mais um degrau no TCU. Por decisão unânime da 2ª Câmara da Corte, foi instaurada uma tomada de contas especial, procedimento que aprofundará as apurações e indicará os responsáveis.

Dantas já havia concluído que o modelo adotado pela força-tarefa, que não removeu os procuradores para Curitiba, fez com que esses membros gastassem com diárias e passagens em todos os deslocamentos. Assim, a escolha representou muito mais custos do que significaria a realocação dos participantes.

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot também foi citado na tomada de contas especial.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.