CartaExpressa

Decisão de Tatto por manter candidatura foi ‘soberana’, diz Lula

Decisão de Tatto por manter candidatura foi ‘soberana’, diz Lula

Após votar neste domingo 15 em São Bernardo do Campo (SP), o ex-presidente Lula afirmou que a decisão de não declarar apoio a Guilherme Boulos na corrida rumo à Prefeitura de São Paulo foi tomada de forma “soberana” por Jilmar Tatto, o candidato do PT.

No início desta semana, a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, se reuniu com Tatto para discutir a possibilidade de o PT apoiar Boulos antes da realização do primeiro turno.

“O candidato [Tatto] disse: ‘eu vou continuar candidato, eu vou continuar candidato’. Isso era somente ele que poderia falar. Eu acho que foi uma atitude correta dela [Gleisi Hoffmann], de procurar o partido para discutir isso, e eu acho que foi uma atitude soberana dele de dizer que não ia retirar a candidatura”, disse Lula.

Pesquisas Datafolha e Ibope divulgadas no sábado 14 indicaram Tatto com 6% das intenções de votos válidos. Boulos aparece com 16% no Ibope e 17% no Datafolha.

 

Reprodução/Twitter

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem