CartaExpressa

CPI da Covid tem provas das vezes em que Bolsonaro se recusou a comprar vacinas

A atitude do governo federal sempre foi a mesma: ignorar as ofertas

Presidente Jair Bolsonaro.  

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro. Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Apoie Siga-nos no

A CPI da Covid no Senado Federal, que vai investigar o governo de Jair Bolsonaro na condução da pandemia, já tem à sua disposição provas de 11 vezes em que o executivo federal recusou a compra de imunizastes.

Segundo divulgou o jornalista Octávio Guedes, do G1, todas as negativas podem ser provadas com documentos. A atitude sempre foi a mesma: ignorar as ofertas.

Primeiro foi o caso da Coronavac, oferecida pela Instituto Butantan. Há três ofícios assinados pelo diretor da instituição, Dimas Covas, oferecendo o imunizante. Nenhum recebeu resposta.

Como os documentos não tinham um retorno, o Butantan realizou três videoconferências com integrantes do Ministério da Saúde para fazer a oferta. Nada andou.

Há ainda mais três ofertas formais feitas pelo laboratório Pfizer em 2020, quando a farmacêutica oferecia 70 milhões de doses para serem entregues até dezembro. Todas elas ignoradas.

Há também duas vezes em que o governo se recusou a participar do consórcio da Covax Facility. De acordo com o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom, o Brasil só aderiu no terceiro convite para aquisição de 212 milhões de doses.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.