CartaExpressa

Copa América: laboratório vê fraude em laudos de Covid do público

Copa América: laboratório vê fraude em laudos de Covid do público

FOTO: GUILLERMO LEGARIA/AFP

FOTO: GUILLERMO LEGARIA/AFP

Um laboratório apontou fraudes em laudos com sua logomarca de testes de Covid-19 usados por convidados para assistir à final da Copa América na noite deste sábado, 10, no Maracanã, no Rio de Janeiro, entre Brasil e Argentina.

Ao menos 17 exames que usam a marca desse laboratório já foram identificados como falsificados. Como não há um local de referência para a realização do teste RT-PCR exigido ao público da partida, a fraude pode estar ocorrendo com os documentos de outras empresas.

A Prefeitura do Rio de Janeiro autorizou a presença de público no Maracanã limitada a 10% da capacidade do estádio (aproximadamente 6,5 mil torcedores). A Conmebol planeja credenciar 4.400 convidados divididos entre as duas confederações finalistas.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem