CartaExpressa

Comissão do Senado convida Aras a explicar atitudes sobre o relatório da CPI da Covid

O requerimento de Randolfe Rodrigues cobra esclarecimentos sobre a investigação, entre outros, de Jair Bolsonaro

O procurador-geral da República, Augusto Aras. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
O procurador-geral da República, Augusto Aras. Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Apoie Siga-nos no

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado aprovou, nesta terça-feira 23, um convite ao procurador-geral da República, Augusto Aras, para que ele preste esclarecimentos sobre as ações tomadas após receber o relatório da CPI da Covid.

“Encontra-se sobre a mesa de sua Excelência a sugestão de indiciamento de pelo menos oito pessoas com foro privilegiado, entre eles o presidente da República”, explicou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do requerimento e vice-presidente da CPI, que encerrou os trabalhos em outubro.

Segundo Randolfe, os senadores querem saber se Aras “dará encaminhamento às investigações, instaurará um inquérito no Supremo Tribunal Federal e moverá a ação penal em relação ao presidente da República”.

“Investigação preliminar me parece claramente uma ação protelatória”, concluiu Randolfe, que na véspera, durante entrega do relatório ao Ministério Público do Amazonas e ao Ministério Público Federal no estado, já havia criticado a postura de Aras.

Em Manaus, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), também afirmou que “investigação preliminar é um artifício usado por quem não quer dar cabo das investigações corretamente”.

Por se tratar de um convite – e não de uma convocação – Aras não é obrigado a comparecer à comissão do Senado.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.