CartaExpressa

Com câncer, Bruno Covas se afastará por 30 dias da prefeitura

O tucano foi diagnosticado em outubro de 2019 com um câncer na cárdia, região que liga o esôfago ao estômago

 Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

Há meses tratando um câncer, o prefeito de São Paulo Bruno Covas deve tirar trinta dias de licença do cargo. neste domingo 2, que vai tirar alguns dias de licença.

Covas, de 40 anos, pretende se licenciar do cargo por 30 dias. Como o pedido precisa passar pela aprovação da Câmara dos Vereadores, a previsão é que ele se licencie a partir de terça-feira 4.

O tucano foi diagnosticado em outubro de 2019 com um câncer na cárdia, região que liga o esôfago ao estômago. Sua hospitalização mais recente durou pouco menos duas semanas. Ele havia recebido alta na terça-feira 27.

Quem assume o cargo é o vice, Ricardo Nunes (MDB). Durante a corrida pela prefeitura em 2020, Nunes foi um dos principais alvos de críticas à campanha tucana à reeleição.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.