CartaExpressa

Ciro diz que Lula é ‘negacionista de política e da democracia’

Ciro também compartilhou um vídeo em que se coloca como uma terceira via

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Foto: Nelson Almeida/AFP
O ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Foto: Nelson Almeida/AFP

O pré-candidato à Presidência em 2022 Ciro Gomes (PDT-CE) rebateu críticas feitas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre a construção da terceira via para o pleito do ano que vem.

“A prova cabal de que temos um novo tipo de negacionismo. Como bom negacionista, este aqui [Lula] nega a política e a democracia subvertendo suas raízes: o debate e a disputa de ideias. O autoritarismo e a subversão dos significados são mesmo o último refúgio dos… (completem vocês…)” escreveu Ciro em uma rede social.

Em seguida, na mesma rede, Ciro compartilhou um vídeo de 30 segundos em que se coloca como uma terceira via entre a polarização representada por Lula e Jair Bolsonaro.

Na manhã desta quarta-feira 29 em entrevista concedida à Rádio Capital de Cuiabá, Lula afirmou que a terceira via reflete a ‘fragilidade’ e o ’empobrecimento’ da política do Brasil e lamentou os ataques feitos pelo pedetista.

“É uma pena que Ciro Gomes esteja tendo esse comportamento. O Ciro foi ministro, o [Carlos] Lupi foi ministro. O PDT esteve dentro do governo. Nós temos uma amizade muito grande. O Ciro já foi candidato outras vezes e nunca fez acusações ao PT. O comportamento do Ciro está levando ele ao isolamento”, avaliou Lula na entrevista.

“Não sei quem ele está querendo agradar neste instante, se está querendo herdar os possíveis votos que Bolsonaro vai perder. Mas é um problema dele. Em política a gente colhe o que a gente planta. Eu acho que o Ciro está agindo equivocadamente”, completou.

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!