CartaExpressa

Casal que acusou jovem negro de roubar bicicleta no Leblon perde empregos

Casal que acusou jovem negro de roubar bicicleta no Leblon perde empregos

Créditos: Reprodução Redes Sociais

Créditos: Reprodução Redes Sociais

Os dois jovens que acusaram um rapaz negro de ter roubado uma bicicleta no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, no último domingo 13, perderam seus postos de trabalho.

Matheus Ribeiro estava com sua bicicleta, esperando a namorada em frente ao Shopping Leblon, quando foi abordado pelo casal que o acusou de estar com uma bicicleta elétrica que supostamente seria deles. Ribeiro só conseguiu provar a posse legal da bicicleta quando o rapaz que o acusava tentou abrir o cadeado da trava de segurança do veículo, com outra chave, sem sucesso.

 

 

Nesta terça-feira 15, o Espaço Vibre, uma escola de dança localizada em Ipanema, anunciou a demissão da jovem que acusou Matheus indevidamente. Ela era professora na instituição.

“Estamos consternados com o que tomamos conhecimento e tratando o assunto com toda gravidade que ele merece. Racismo é crime e não vamos compactuar com isso. A professora envolvida no ato foi demitida e já não faz mais parte do nosso quadro de funcionários”, informou um trecho da publicação da escola.

“Nos solidarizamos com o Matheus pela dor sofrida e mesmo que o gesto condenável não tenha ocorrido dentro de nosso espaço, esta é uma violência que todos temos que combater juntos. Repudiamos veementemente toda forma de discriminação e reafirmamos que o Vibre é um espaço que pratica e preza pelo respeito e pela inclusão. Somos conscientes do abismo social em que nosso país se formou e o racismo estrutural que, lamentavelmente, impacta nossas relações”, completa outra passagem.

 

 

A empresa Papel Craft também afirmou ter desligado o rapaz envolvido na acusação indevida a Matheus. O jovem era designer da marca. Embora a marca não tenha se posicionado oficialmente, a gerente da marca na Gávea confirmou a informação por telefone ao O Globo.

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem