CartaExpressa

Cartão de vacinação da mãe de Bolsonaro indica que ela tomou a Coronavac

Número de lote apresentado no documento é compatível com registros do Instituto Butantan e não da Fiocruz

Bolsonaro apresentou o documento na quinta-feira. (Foto: reprodução)
Bolsonaro apresentou o documento na quinta-feira. (Foto: reprodução)
Apoie Siga-nos no

O cartão de vacinação da mãe do presidente Jair Bolsonaro, que foi apresentado em live na última quinta-feira 18, indica que Olinda Bonturi Bolsonaro foi imunizada com a vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac.

O presidente divulgou o documento justamente para tentar provar que a matriarca foi vacinada com o imunizante de Oxford, que no Brasil é produzido pela Fiocruz.

 

No entanto, como revelou o jornalista Diogo Schelp, do UOL, o lote de número 200278 – que aparece no cartão – foi um dos 16 da Coronavac que receberam autorização emergencial da Anvisa em 22 de janeiro.

A informação pode ser atestada no próprio site do Butantan.

Há outras informações que contradizem o presidente. Se o imunizante recebido pela mãe dele fosse o de Oxford, a segunda dose deveria ser ministrada entre dois e três meses depois da primeira. Já a recomendação para a Coronavac é de que a segunda dose seja ministrada 21 dias depois. exatamente no dia 5 de março, conforme consta no comprovante exibido por Bolsonaro.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.