CartaExpressa

Carla Zambelli critica fundão eleitoral, mas vota por sua aprovação

Carla Zambelli critica fundão eleitoral, mas vota por sua aprovação

Nas redes sociais, a deputada foi chamada de 'hipócrita' e 'incoerente'. Ela tentou se justificar

(Foto: Reprodução/Twitter CartaCapital)

(Foto: Reprodução/Twitter CartaCapital)

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) criticou nas redes sociais o aumento do Fundo Eleitoral – que passou de 2 bilhões de reais para 5,7 bilhões -, mas logo em seguida votou “sim” para aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022, com a previsão de um déficit de R$ 170,47 bilhões para os Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social da União.

Depois da aprovação, a parlamentar disse que a Câmara dos Deputados havia aprovado o “inaceitável fundão eleitoral” e que a população “não merece esse escárnio”.

Nas redes sociais, a deputada foi chamada de “hipócrita” e “incoerente”. Ela tentou se justificar.

No entanto, ela foi rebatida.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem