CartaExpressa

Candidato à Prefeitura de Boa Vista diz que “venezuelano não terá privilégio”

Candidato à Prefeitura de Boa Vista diz que “venezuelano não terá privilégio”

(Foto: Reprodução/Instagram)

(Foto: Reprodução/Instagram)

O deputado federal Antônio Carlos Nicoletti (PSL-RR), que concorre à Prefeitura de Boa Vista nas Eleições 2020, publicou nas redes sociais que uma de suas diretrizes para a capital de Roraima é não dar “privilégio” à população venezuelana presente na cidade, grande parte refugiada da crise econômica e social que atinge o país vizinho.

“Respeito os venezuelanos de Boa Vista, mas na minha gestão municipal eles não terão privilégio.”, escreveu o candidato em uma publicação.

 

 

De acordo com a Agência da ONU para Refugiados, a ACNUR – cuja gestão-executiva será de responsabilidade brasileira até o próximo ano -, o fluxo de venezuelanos e venezuelanas é “o maior êxodo da história recente da América Latina”. Aproximadamente 4,7 milhões de pessoas já deixaram o país, estima a ONU.

A Colômbia ainda é o país que mais recebe os refugiados, mas o Brasil, no começo do ano, tornou-se mais  o país com o maior número de refugiados venezuelanos reconhecidos na região, mais de 37 mil pessoas.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem