CartaExpressa,Política

Câmara aprova emendas e texto principal da MP da Eletrobras

Câmara aprova emendas e texto principal da MP da Eletrobras

O texto voltou à Casa depois de passar pelo Senado

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputado

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputado

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta segunda-feira 21, um conjunto de 17 emendas do Senado à Medida Provisória 1.031/2021, projeto que viabiliza a privatização da Eletrobras. A matéria voltou à Câmara após mudanças feitas pelo senadores em relação ao texto inicial.

 

 

Uma das emendas aprovadas prevê como condição para a desestatização da Eletrobras a aprovação, por assembleia-geral da empresa, de que suas subsidiárias não serão extintas, incorporadas ou fundidas por, no mínimo, 10 anos.

Outra emenda inclui o rio Tocantins ao lado do rio Madeira como beneficiários de recursos para assegurar sua navegabilidade. As verbas sairão de um montante que a Eletronorte deverá destinar a programas de redução estrutural de custos de geração de energia na Amazônia.

O texto principal da MP foi aprovado pela Câmara com 258 votos a favor (foram 136 contra). Após a análise dos destaques, seguirá para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

 

*Com informações da Agência Câmara

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem