CartaExpressa

Bolsonaro volta a ameaçar governadores: ‘Não estiquem a corda’

Presidente novamente citou usar as Forças Armadas para impedir a adoção de medidas restritivas

Foto: MARCOS CORREA / BRAZILIAN PRESIDENCY / AFP
Foto: MARCOS CORREA / BRAZILIAN PRESIDENCY / AFP
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira 26 que não tem motivos para se preocupar com as consequências da CPI da Covid-19, que deve ser instalada na terça-feira 27.

Na Bahia, para inauguração da duplicação de um trecho de rodovia, o presidente disse que “não devemos nada”.

Na entrevista, Bolsonaro também falou sobre as eleições de 2022 e de um possível adversário, o ex-presidente Lula (PT).

“Eu não estou preocupado com Lula. Minha preocupação é com o Brasil. Se a pessoa votar em pessoa com o passado de Lula, essa é uma pessoa que não entende nada de política e nem da liberdade dele. Veja os outros países da América Latina onde a turma do Foro de São Paulo voltou”, declarou.

O presidente ainda criticou os governadores e novamente ameaçou usar as Forças Armadas para impedir a adoção de medidas restritivas.

“[Os governadores] estão seguindo o artigo quinto da Constituição? Está sendo respeitado o direito de ir e vir, o direito de a pessoa ter um emprego, ocupar o tempo para exercitar a sua fé? É só ver se isso está sendo respeitado ou não”, disse.

“É inconcebível os direitos que alguns prefeitos e govenadores tiveram por parte do STF É inconcebível. Nem estado de sítio tem isso”, acrescentou o presidente para finalizar: “Não estiquem a corda mais do que está esticada”, afirmou.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.