CartaExpressa,Política

Bolsonaro veta prorrogação da declaração do Imposto de Renda

Bolsonaro veta prorrogação da declaração do Imposto de Renda

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes. Foto: Evaristo Sá/AFP

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes. Foto: Evaristo Sá/AFP

O presidente Jair Bolsonaro vetou nesta quarta-feira 5 o projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional que prorrogaria até 31 de julho o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda. Assim, vale a data original: 31 de maio.

Para a gestão federal, o adiamento da entrega causaria um desequilíbrio no fluxo de recursos.

“Desse modo, a proposta foi objeto de veto por causar um desequilíbrio do fluxo de recursos, o que poderia afetar a possibilidade de manter as restituições para os contribuintes, além de comprometer a arrecadação dos entes federativos”, informou o Planalto.

O texto com a proposta de prorrogação foi aprovado pela Câmara março e pelo Senado em abril.

No ano passado, o prazo de entrega da declaração do IR foi prorrogado por 60 dias, devido à pandemia do novo coronavírus.

 

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem