CartaExpressa

Bolsonaro trabalhará apenas 30 minutos nesta quinta-feira, segundo agenda

Bolsonaro trabalhará apenas 30 minutos nesta quinta-feira, segundo agenda

A única meia hora de trabalho será dedicada ao subchefe para assuntos jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência

Jair Bolsonaro e Pedro Cesar Souza, subchefe de assuntos jurídicos da Secretaria-Geral.

Foto: Isac Nóbrega/Flickr Palácio do Planalto

Jair Bolsonaro e Pedro Cesar Souza, subchefe de assuntos jurídicos da Secretaria-Geral. Foto: Isac Nóbrega/Flickr Palácio do Planalto

O presidente Jair Bolsonaro vai trabalhar apenas 30 minutos nesta quinta-feira 29. O dado é da agenda oficial do presidente, que traz um único compromisso registrado.

Segundo a publicação, a única meia hora de trabalho será dedicada ao encontro com Pedro Cesar Sousa, subchefe para assuntos jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência da República.

A previsão é de que Bolsonaro comece o único compromisso oficial às 11h00 e já esteja liberado do seu ofício por volta das 11h30.

Pedro Cesar Sousa é um dos nomes que mais aparecem listados na agenda diária de Bolsonaro. Os encontros, em sua maioria, são apenas de meia hora.

O subchefe é advogado e major da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), segundo seu perfil oficial no site do governo.

Antes de se ocupar dos assuntos jurídicos da Secretaria-Geral, ele foi chefe de gabinete de Jair Bolsonaro. Ele chegou a assumir interinamente a Secretaria-Geral em dezembro do ano passado, quando Jorge Oliveira deixou o cargo para ser ministro do Tribunal de Contas da União.

O major da reserva também comandou o gabinete de Bolsonaro quando ainda era deputado federal e, por um período, foi assessor legislativo e orçamentário do então parlamentar.

Entre as funções do cargo que ocupa a principal é ‘prestar assessoria jurídica e consultoria jurídica no âmbito dos órgãos da Presidência da República e da Vice-Presidência da República’.

Ainda de acordo com seu perfil oficial, é ele quem também prepara os despachos presidenciais e submete os textos ao presidente. Além disso, examina os ‘aspectos jurídicos e a forma dos atos propostos ao presidente’.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Post Tags
Compartilhar postagem