CartaExpressa,Política,Sociedade

Bolsonaro quer armar população para guerra civil, diz ex-ministro da Defesa

Bolsonaro quer armar população para guerra civil, diz ex-ministro da Defesa

Na véspera do Carnaval, presidente editou mais quatro decretos flexibilizando regras e ampliando acesso a armas

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes/PR

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes/PR

Em carta aberta ao Supremo Tribunal Federal, o ex-ministro da Defesa e da Segurança Pública Raul Jungmann afirma que os decretos do presidente Jair Bolsonaro que ampliam o acesso a armas são “um nefasto processo” que gera “iminente risco de gravíssima lesão ao sistema democrático”.

A informação é da Folha de S.Paulo.

No texto, Jungmann afirma que  “é inafastável a constatação de que o armamento da cidadania para ‘a defesa da liberdade’ evoca o terrível flagelo da guerra civil, e do massacre de brasileiros por brasileiros, pois não se vislumbra outra motivação ou propósito para tão nefasto projeto”.

 

 

Na véspera do Carnaval, Bolsonaro editou mais quatro decretos flexibilizando regras e ampliando acesso a armas de fogo e munições.

O ex-ministro pede que o STF rejeite as iniciativas. O PSB e o PT foram ao Supremo questionar a legalidade das regras.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem