CartaExpressa

‘Bolsonaro não vai deixar nenhum legado’, diz ex-aliado Kim Kataguiri

‘Bolsonaro não vai deixar nenhum legado’, diz ex-aliado Kim Kataguiri

O deputado afirmou que não imaginava que o presidente se afastaria do combate à corrupção e da agenda econômica liberal

O deputado Kim Kataguiri. Foto: Sergio Lima / AFP

O deputado Kim Kataguiri. Foto: Sergio Lima / AFP

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro “não deixará nenhum legado” positivo para o País e precisa sofrer impeachment.

Em entrevista à AFP, o parlamentar disse ainda que o presidente, com os questionamentos sobre a urna eletrônica, prepara um golpe.

“Delegitimize o processo democrático, prepare o terreno para um golpe, para que quando ele perder as eleições ou sofrer um impeachment alega que o sistema democrático não tem legitimidade, porque não foi como ele queria”, declarou.

Kataguri, que apoio Bolsonaro em 2018, afirmou que não imaginava que o presidente se afastaria do combate à corrupção e da agenda econômica liberal. “O Bolsonaro não vai deixar nenhum legado para o Brasil”, reforçou.

“O início da ruptura foi em 26 de maio de 2019, quando o presidente e seus seguidores convocaram uma manifestação para exigir o fechamento do Supremo Tribunal Federal e do Congresso. Mas tudo piorou quando o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, denunciou que Bolsonaro queria nomear um aliado à frente da Polícia Federal para proteger seu filho, o senador Flavio Bolsonaro, e com sua negligência diante da pandemia”, lembra.

“Foi um processo. Eu acredito que este governo tem uma capacidade gigantesca de gerar atrito. A esquerda estava desgastada depois de treze anos de governo do PT. O Bolsonarismo conseguiu isso em um ano e meio”, diz.

“]

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem