CartaExpressa

Bolsonaro está perdendo eleitor que já votou em Lula, diz diretora do Ipec

Marcia Cavallari apontou ainda qual deve ser o maior desafio da chamada terceira via na eleição

Apoie Siga-nos no

A diretora do Ipec, Marcia Cavallari, afirmou que o ex-presidente Lula tem conquistado eleitores que em 2018 votaram no presidente Jair Bolsonaro, mas que antes optaram pelo petista.

Em entrevista ao O Globo, ela ponderou, no entanto, que talvez”esse eleitor esteja hoje com Lula porque não vê outra alternativa a Bolsonaro”,

“De modo geral, Bolsonaro está perdendo um eleitor que já foi de Lula e do PT em um momento anterior. Com tudo o que mobilizou a campanha de 2018, que teve um forte apelo anticorrupção e um mote de ir contra o status quo, esse eleitor saiu do PT e foi para o Bolsonaro. Agora, ele retorna às origens, de certo modo”, disse.

“A pesquisa serve para retratar o momento, não para projetar o que acontecerá lá na frente. Lula hoje não está sendo tão atacado como tende a ser na campanha, quando resgatarão com mais força assuntos como a Lava-Jato e os desvios na Petrobras”, acrescentou Marcia.

Na conversa, a diretora do Ipec apontou ainda qual deve ser o maior desafio da chamada terceira via na eleição.

“É ter votação mais alta do que Bolsonaro. Vamos supor que o mínimo dele seja 19%, que é hoje seu patamar de aprovação. Então, esse candidato da terceira via teria que ultrapassar este número. Só que, somados, todos os outros candidatos marcaram 17% na pesquisa de dezembro. E há pouco espaço para crescer no eleitorado que vota em branco ou nulo, que hoje está em 9%. Este é o patamar de brancos e nulos que historicamente aparece na eleição. Ou seja, para crescer, o candidato da terceira via tem que tirar votos de Lula ou de Bolsonaro”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.