CartaExpressa

Bolsonaro é autoridade que mais bloqueia jornalistas nas redes sociais, diz site

Levantamento revela que presidente já impediu que 82 jornalistas e 6 veículos vissem suas publicações

(Foto: Isac Nóbrega/PR)
(Foto: Isac Nóbrega/PR)
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro (PL) é a autoridade brasileira que mais bloqueia jornalistas nas redes sociais, em especial, no Twitter, de acordo com o site Congresso em Foco com base em levantamento da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

De acordo com o levantamento, o ex-capitão já impediu que 82 jornalistas e 6 veículos vissem suas publicações. Ao todo, a Abraji identificou 315 bloqueios a profissionais da imprensa, destes, 291 foram realizados pelo presidente, seus filhos, ministros e secretários especiais ligados ao governo federal.

A medida reforça o título de ‘predador da liberdade de imprensa’ dado a Bolsonaro pela organização Repórteres Sem Fronteiras em julho de 2021. Na ocasião, o presidente brasileiro entrou para a lista ao lado de outros ‘tiranos’, como o líder da extrema-direita da Hungria, Viktor Orbán, e do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, envolvido na morte atroz do jornalista saudita Jamal Khashoggi.

Vale ressaltar ainda que, sob Bolsonaro, os ataques a jornalistas aumentaram 74% em apenas seis meses em 2021. Ao todo, foram 87 ataques promovidos pelo presidente no primeiro semestre do ano passado, superando os 50 promovidos no período anterior. O alvo principal de Bolsonaro foram as jornalistas mulheres.

A Abraji, responsável pelo levantamento divulgado nesta quarta-feira 12, já recorreu ao Supremo Tribunal Federal para reverter o bloqueio de profissionais da imprensa por parte do presidente. Na ação, a associação alega que a medida impede o direito constitucional de acesso dos jornalistas a informações públicas. O entendimento é de que o perfil de Bolsonaro, por divulgar informações do seu governo, seja de amplo interesse público.

Na ação, o procurador-geral da República, Augusto Aras, já se mostrou contra o pedido da Abraji. Segundo alegou Aras, os bloqueios por parte de Bolsonaro poderiam ser mantidos por se tratar de um perfil pessoal e não de uma mídia oficial do governo.

 

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.