CartaExpressa

Bolsonaro diz que ‘pintou um clima’ com menina de 14 anos e menciona prostituição de menores em Brasília

Presidente afirma ter visitado o que diz ser uma casa em que menores de idade se prostituíam

Jair Bolsonaro em entrevista ao podcast Paparazzo RubroNegro. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta sexta-feira 14 que, durante um passeio de moto pela comunidade São Sebastião (DF), avistou meninas de 14 e 15 anos e que “pintou um clima” o que motivou a pedir para ir à casa delas. A declaração foi dada em entrevista ao Canal do Youtube ‘Paparazzo Rubro-Negro’.

“Eu parei a moto numa esquina, tirei o capacete e olhei umas três, quatro menininhas, bonitas, de 14 ou 15 anos, arrumadinhas num sábado numa comunidade. Eu vi que eram meio parecidas, pintou um clima e voltei”, contou o ex-capitão ao entrevistador. Mais adiante, Bolsonaro disse ter perguntado se poderia entrar na casa das jovens. “Entrei lá e tinham umas 15, 20 meninas sábado de manhã se arrumando. Todas venezuelanas. E eu pergunto: meninas bonitinhas de 14, 15 anos se arrumando no sábado para que? Ganhar a vida. Você quer isso para a sua filha que está nos ouvindo agora?”, questionou.

Sem citar data ou dar mais informações sobre o encontro, a declaração do presidente sobre as jovens venezuelanas repercutiu nas redes sociais e, até então, segue sendo o assunto mais comentado do Twitter no Brasil. Perfis de esquerda e influenciadores questionam o teor pedófilo com o termo “pintou um clima” usado por Jair Bolsonaro.

O ‘testemunho’, sem provas, dado por Bolsonaro segue a suposta denúncia de Damares Alves sobre tráfico de crianças no Marajós e serve para ilustrar seu discurso central na campanha de reeleição: o temor de que, caso seu adversário vença, o País possa se “tornar uma Venezuela” e crimes como pedofilia e prostituição sejam legalizados.

Na manhã deste sábado 15 durante agenda de campanha em Fortaleza (CE), o presidente também afirmou que graças aos quatro anos de gestão seu governo ao lado de Damares Alves o País possui ‘menos adolescentes grávidas’.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar