CartaExpressa

Bolsonaro desiste de privatização das unidades básicas de saúde

Presidente disse que decidiu revogar o decreto após a repercussão negativa da medida

O presidente Jair Bolsonaro desistiu do decreto que autorizava estudos sobre participação privada no Sistema Único de Saúde (SUS). A informação é da CNN Brasil.

À emissora, o presidente afirmou que a intenção era permitir que pacientes do SUS pudessem ser atendidos em hospitais particulares nas cidades em que os postos de saúde não conseguem atender à demanda.

Bolsonaro disse que decidiu revogar o decreto após a repercussão negativa da medida. O presidente criticou as avaliações de que os estudos poderiam resultar em um tipo de “privatização” do SUS, o que ele nega que pudesse ocorrer. A revogação do decreto será publicada nas próximas horas, em edição especial do Diário Oficial da União.

– O SUS e sua falsa privatização.

– Temos atualmente mais de 4.000 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 168 Unidades de…

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Quarta-feira, 28 de outubro de 2020

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!