CartaExpressa

Bolsonaro ataca Renan Calheiros e Omar Aziz e chama CPI de ‘Patifão’

Em conversa com apoiadores, presidente defendeu a médica Nise Yamaguchi e classificou como covardia o depoimento dela à Comissão

Foto: Reprodução Youtube
Foto: Reprodução Youtube
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, nesta quarta-feira 2, a CPI da Covid e os principais membros da Comissão.

Em conversa com apoiadores na porta do Palácio do Alvorada, Bolsonaro defendeu a médica Nise Yamaguchi, que depôs na terça-feira 1 na CPI, e atacou o presidente e o relator, Omar Aziz (PSD-AM) e Renan Calheiros (MDB-AL).

“A CPI do Patifão. O presidente e o relator já disseram que não vão apurar desvios de recursos. Só quem sabe quem é Omar Aziz e Renan Calheiros e não precisa falar mais nada”, disse.

“Viram o que a CPI fez com a Nise ontem? Isso é uma covardia. Quando vai lá gente suspeita eles tratam muito bem e até defendem”, acrescentou.

Veja o vídeo:

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.