CartaExpressa

Bolsonaro anuncia quarta redução de impostos sobre games

A taxa cobrada para importação de videogames com telas incorporadas, antes de 16%, foi zerada

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou, em sua conta no Twitter, nesta quinta-feira 16, mais uma redução de imposto para o setor de jogos eletrônicos. Se trata da taxa cobrada para importação do material. 

A diminuição é de 16% para 12% na importação de partes e acessórios de consoles e de máquinas de videogame. Já a alíquota de imposto dos videogames com telas incorporadas (portáteis ou não) e suas partes, passou de 16% para 0%.

A medida entra em vigor a partir de 1º de julho.

Em agosto do ano passado, o Ministério da Economia, sob ordem do presidente, já havia reduzido o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) cobrado sobre consoles, acessórios e máquinas de jogos de videogames. A taxa foi de 30% para 20%. 

 

Camila da Silva

Camila da Silva
Repórter e Produtora de CartaCapital

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.