CartaExpressa,Política

Bolsonarista Filipe Martins é absolvido de acusação de racismo

Bolsonarista Filipe Martins é absolvido de acusação de racismo

O caso ocorreu em uma sessão no dia 24 de março deste ano quando o assessor da presidência apareceu na TV Senado

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O assessor especial da Presidência Filipe Martins foi absolvido nesta sexta-feira 15, pelo juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, da acusação de racismo por gestos feitos durante uma sessão do Senado.

Em sua decisão, o magistrado afirmou que o Ministério Público Federal adotou uma “interpretação” sobre a conduta adotada pelo assessor, mas apontou não existirem outros elementos para corroborar a acusação.

Na denúncia, a Procuradoria da República no Distrito Federal diz que Martins fez gesto ligado a racistas de supremacia branca e que o assessor publicou em redes sociais ideias, emblemas e símbolos relacionados a símbolos fascistas e de extrema direita, o que demonstraria seu conhecimento do significado do seu gesto.

“Nada há nos autos, contudo, que dê suporte a essas ilações. Em verdade, o Ministério Público Federal presume que o denunciado portou-se com o fim de exprimir mensagem de supremacia da raça branca sobre as demais. Dita versão tem o mesmo valor probante daquela afirmada pelo acusado – a de que estava ‘passando a mão no terno e depois arrumando sua lapela, para remover os vincos -, a saber, nenhum”, escreveu o juiz.

O caso ocorreu em uma sessão do Senado no dia 24 de março deste ano quando Martins estava atrás do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), quando fez o gesto e foi filmado pela TV Senado.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Post Tags
Compartilhar postagem