CartaExpressa

Bolsonaro volta a fazer comentário racista sobre apoiador com cabelo black power: ‘Como está a criação de barata aí?’

‘Você não pode tomar ivermectina, que vai matar seus piolhos’, disse ainda o presidente

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer uma ‘piada’ racista sobre o cabelo black power de um apoiador. A interação aconteceu no ‘cercadinho’ do Palácio da Alvorada nesta quinta-feira 8.

“Como está a criação de barata aí? Olha o criador de barata aqui. Você não pode tomar ivermectina, que vai matar seus piolhos”, disse o presidente, rindo.

Em outro momento, Bolsonaro perguntou ao apoiador: “Quantas vezes você lava esse cabelo por mês?”.

Após as ‘piadas’, o bolsonarista atacou a imprensa, disse que Bolsonaro “tem intimidade para brincar” e que não é um “negro vitimista”.

Em 6 de maio, Bolsonaro e o apoiador já haviam se encontrado no ‘cercadinho’. Na ocasião, o presidente disse: “Tô vendo uma barata aqui, pô”.

CartaCapital

CartaCapital Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.