CartaExpressa

Biden vira na Pensilvânia e caminha para a vitória nos EUA

É a segunda virada de Biden em cima de Trump em poucas horas

Apoie Siga-nos no

A corrida para descobrir o próximo presidente dos Estados Unidos parece ter virado azul: o candidato democrata Joe Biden assumiu, na manhã desta sexta-feira 6, a dianteira dos votos no estado da Pensilvânia – que abriga sua cidade natal, Scranton.

São 5.587 votos a mais, segundo informaram as emissoras de TV americanas. A virada é a segunda em horas: Biden já tinha ultrapassado Donald Trump no estado da Georgia na madrugada da sexta.

Trump precisa necessariamente vencer tanto na Pensilvânia quanto na Georgia para ganhar o número necessário de delegados; Biden tem um leque de opções, mas, caso o favoritismo se confirme nos dois estados, o democrata já terá 289 delegados sem contar Arizona e Nevada, nos quais também lidera.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.