CartaExpressa,Economia

BC: Investimento direto estrangeiro no Brasil cai 44% em outubro

BC: Investimento direto estrangeiro no Brasil cai 44% em outubro

Moeda americana fechou em alta. Foto: Arquivo/Agência Brasil

Moeda americana fechou em alta. Foto: Arquivo/Agência Brasil

Os investimentos diretos de estrangeiros no Brasil despencaram 44% em outubro, na comparação com setembro, e somaram 2,5 bilhões de dólares, segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta quinta-feira 25.

Trata-se ainda de uma queda de 19,4% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando o saldo do IDP – sigla pela qual esse tipo de investimento é identificado – chegou a 3,1 bilhões de dólares.

No acumulado de 12 meses até outubro, o monitoramento registrou um IDP total de 49,2 bilhões de dólares – em setembro, o acumulado em 12 meses era de 45,9 bilhões de dólares. Para novembro, o BC estima ingresso de 3,9 bilhões de dólares. A tendência é de recuperação em 2021, mas ainda abaixo do nível pré-pandemia.

O BC também divulgou informações sobre as contas externas do Brasil, que tiveram déficit de 4,5 bilhões de dólares em outubro, saldo 275% maior que o registrado no mesmo mês do ano passado (1,2 bilhão).

Em 12 meses, as contas externas tiveram déficit de 26,7 bilhões de dólares, ante 23,4 bilhões em setembro – mês em que o resultado negativo foi de 1,7 bilhão de dólares.

O resultado em transações correntes é formado por balança comercial, serviços adquiridos por brasileiros no exterior e rendas, como remessas de juros, lucros e dividendos do Brasil para o exterior.

A projeção do BC para novembro é de déficit de 7,8 bilhões de dólares em transações correntes.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem