CartaExpressa

Aziz quer saber se sócios de Nise receberam dinheiro do governo

Aziz quer saber se sócios de Nise receberam dinheiro do governo

Senador apresentou quatro requerimentos com pedidos de informações sobre a relação da médica com o Ministério da Saúde

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A oncologista Nise Yamaguchi, que depôs na última terça-feira 1 na CPI da Covid no Senado Federal, está na mira do presidente da Comissão, Omar Aziz (PSD-AM).

Nesta quarta-feira 2, o parlamentar apresentou quatro requerimentos com pedidos de informações sobre a relação da médica com o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Em uma das solicitações, Aziz requer “informações sobre eventuais contratos/repasses de recursos entre o Ministério da Saúde e pessoas jurídicas que tenham como sócia/parte a Sra. Nise Yamaguchi, no período de março de 2020 a maio de 2021”.

“Diante do depoimento da Sra. Nise Yamaguchi, no dia 01 de junho de 2021, verificou-se uma relação muito próxima entre a depoente e diversas autoridades do governo federal durante o período, além da convergência na defesa de medicamentos no denominado tratamento preventivo contra a Covid-19. Nesse sentido, tais documentos são fundamentais ao esclarecimento dos fatos investigados nesta CPI, razão pela qual pedimos o apoio dos nobres colegas senadores”, justifica o presidente da CPI.

Aziz ainda pede a empresas de viagens aéreas registros de voo da médica entre São Paulo e Brasília.

Os requerimentos ainda serão apreciados pelos membros da Comissão.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem