CartaExpressa,Política

‘Até quando as instituições não reagirão a esse comportamento insano?’, questionam advogados

‘Até quando as instituições não reagirão a esse comportamento insano?’, questionam advogados

Jair Bolsonaro e Luís Roberto Barroso. Fotos: Evaristo Sá/AFP e Nelson Jr./STF

Jair Bolsonaro e Luís Roberto Barroso. Fotos: Evaristo Sá/AFP e Nelson Jr./STF

O Grupo Prerrogativas, composto por advogados e juristas, divulgou uma nota em solidariedade a Luis Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral e ministro do Supremo Tribunal Federal, alvo de ataques do presidente Jair Bolsonaro.

 

 

Nesta sexta-feira 9, ao insistir na defesa da impressão do voto nas eleições de 2022, Bolsonaro se referiu a Barroso como “idiota” e “imbecil”.

“É necessário que as nossas instituições e a nossa sociedade reajam a esse tipo de conduta destemperada, demonstrando que ofensas às nossas instituições e aos seus membros são intoleráveis”, diz o Grupo Prerrogativas.

O grupo ainda questiona “até quando as nossas instituições não reagirão a esse tipo de comportamento insano que expõe a nossa imagem perante o mundo”.

“Até quando haverá complacência com a falta de compostura e de razoabilidade daquele que ocupa a Presidência da República? Até quando haverá a conivência com mais de meio milhão de mortes de brasileiros e brasileiras?”.

Os advogados e juristas também dizem que se Bolsonaro “não consegue se comportar à altura da função para a qual foi eleito ou satisfazer minimamente os compromissos que jurou cumprir perante a nação brasileira, é necessário que seja democraticamente afastado do seu mandato”.

“Basta! Impeachment já!”, completa o Prerrogativas.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem