CartaExpressa,Política

Após superpedido, Lira diz que impeachment ‘exige mais que palavras’

Após superpedido, Lira diz que impeachment ‘exige mais que palavras’

O deputado Arthur Lira, ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais

O deputado Arthur Lira, ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Horas depois de uma frente ampla protocolar um superpedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse que a abertura de um processo “exige materialidade”.

 

 

“Até onde acompanhei na imprensa, o documento que foi protocolado hoje é uma reunião de outros pedidos de impeachment com o agregado dos depoimentos da CPI. Se esta é a novidade, o ideal é esperar o avanço da CPI que acontece na outra Casa para ver se há algo de verdade e contundente além dos depoimentos. Vamos aguardar os acontecimentos”, disse Lira ao blog de Gerson Camarotti, no G1.

O deputado ainda afirmou respeitar “a manifestação democrática da minoria”, mas acrescentou que “um processo de impedimento exige mais que palavras”.

O superpedido tem mais de 200 páginas e aponta 23 crimes cometidos pelo chefe do Planalto, relacionados a atentados contra instituições e a negligências na saúde. O texto, com 46 signatários, juntou as principais acusações dos mais de 100 pedidos de impedimento já protocolados na Câmara.

A apresentação do superpedido antecede os atos contra Bolsonaro convocados para o próximo sábado 3. Os protestos estavam previstos para 24 de julho, mas foram antecipados em razão dos recentes escândalos que envolvem as vacinas contra a Covid-19.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem