CartaExpressa,Política

Após levar o Centrão ao ‘coração’ do governo, Bolsonaro empossa Onyx e outros ministros

Após levar o Centrão ao ‘coração’ do governo, Bolsonaro empossa Onyx e outros ministros

Foto: Marcos Corrêa/PR

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro deu posse nesta terça-feira 3 aos ministros Onyx Lorenzoni, no recém-criado Ministério do Trabalho e Previdência, e Joaquim Alvaro Pereira Leite, no Meio Ambiente.

Luiz Eduardo Ramos, general que foi retirado da Casa Civil para dar lugar a um dos líderes do Centrão, Ciro Nogueira, também tomou posse como novo ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

Houve uma cerimônia simples no Palácio do Planalto para a assinatura dos termos de posse. As nomeações já haviam sido publicadas no Diário Oficial da União, em 28 de julho.

No início de outubro de 2018, o então candidato Jair Bolsonaro disse que montaria em três semanas “um ministério enxuto, com no máximo 15 ministros, que possa representar os interesses da população, não de partidos”.

O ressurgimento do Ministério do Trabalho, porém, levou a 23 o total de pastas no governo, oito a mais do que o máximo anunciado há três anos.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem