CartaExpressa

Aloysio Nunes: Doria é visto como ‘uma pessoa que não tem condição de ser candidato’

Para o ex-senador tucano, terceira via é uma criação midiática e aliança entre Lula e Alckmin ‘é uma junção importante para a política brasileira’

(Foto: Marcelo Camargo/Ag Brasil)
(Foto: Marcelo Camargo/Ag Brasil)
Apoie Siga-nos no

O ex-ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes (PSDB) afirmou na segunda-feira 11 que a chamada terceira via é, em grande parte, uma criação midiática e que não passa de uma ilusão acreditar que haverá união entre os pré-candidatos do grupo.

“Acho muito difícil haver um movimento de retirada de apoio e benefício de um outro candidato”, disse em entrevista à CNN Brasil. “Fica concentrada em pequenas intrigas políticas, mas não consegue estabelecer uma pauta em relação a temas importantes como emprego e saúde.”

Na conversa, o ex-senador disse ainda que João Doria (PSDB) é visto como “uma pessoa que já não tem mais condição de ser candidato”. Para ele, no entanto, Eduardo Leite (PSDB) e Simone Tebet (MDB) “em matéria de pesquisa são tão indigentes quanto Doria”.

Nunes declarou também que o PSDB pode estar em uma fase terminal”. “É um desastre que foi sendo preparado ao longo dos últimos anos quando o PSDB deixou de ter uma linha política minimamente compartilhada entre os seus membros e que estivesse voltada para as grandes questões nacionais”, afirmou.

“Ficou inerte diante de fatos gravíssimos que ocorreram na política brasileira e na administração do governo Bolsonaro”, acrescentou.

Sobre a união entre o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), o tucano disse que “é uma junção importante para a política brasileira, pois dá a ideia da força, da amplidão dessa coligação”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.