CartaExpressa,Política

Allan dos Santos romantiza a violência e age de forma desleal e tóxica, diz Google

Allan dos Santos romantiza a violência e age de forma desleal e tóxica, diz Google

Allan dos Santos e Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Allan dos Santos e Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais

O Google, por meio de seus advogados, afirmou que o canal Terça Livre, do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, glamoriza a violência política e apresenta comportamento tóxico e desleal.

 

 

As considerações, divulgadas nesta sexta-feira 20 pelo jornal Folha de S.Paulo, foram enviadas à Justiça por advogados do Google no âmbito de uma disputa que envolve o blogueiro. A contenda teve início após o YouTube, plataforma que pertence ao Google, retirar o Terça Livre do ar em janeiro, devido a repetidas violações das regras de uso.

Em julho, o relator da disputa no Tribunal de Justiça de São Paulo, Antonio Carlos Mathias Coltro, determinou a reativação do canal até que o apelo de Allan dos Santos seja julgado. O bolsonarista diz ser alvo de ‘perseguição política’.

“O que se tem é um caso fácil: um usuário que opta deliberadamente por descumprir as regras aceitas por todos, adota comportamento desleal, omite informações e tenta manipular a narrativa para prosseguir em seu comportamento tóxico”, escreveram os advogados que representam o Google na disputa.

A plataforma ainda afirma que a “a preservação desse espaço depende da vedação de determinados conteúdos e condutas, sob pena de a plataforma ficar sujeita à toda sorte de comportamento tóxico de usuários mal intencionados”.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem