CartaExpressa

Aliado de Flávio Bolsonaro vai à PF contra projeções “Fora Bolsonaro”

Aliado de Flávio Bolsonaro vai à PF contra projeções “Fora Bolsonaro”

Além dos pedidos de “vacina e pão”, também foi instalado um telão de LED exibindo um vídeo denunciando as ações do governo na pandemia

Foto: Renan Silva

Foto: Renan Silva

Na noite desta sexta-feira, 9, pontos turísticos do Rio de Janeiro foram palco de intervenções artísticas com o mote “Vacina no Braço, Comida no Prato e Fora Bolsonaro”.

A ação foi idealizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFRJ. Além das projeções com pedidos de “vacina e pão”, também foi instalado um telão de LED na Praia Vermelha e uma projeção na fachada da Escola de Música, na Lapa, exibindo simultaneamente nos dois pontos um vídeo denunciando as ações do governo na pandemia. As imagens viralizaram.

A capital fluminense, como se sabe, é reduto eleitoral do presidente e de seus filhos.

Houve reação. O senador Flávio Bolsonaro anunciou nas redes sociais que um aliado, o deputado estadual Anderson Moraes (PSL) denunciou o protesto junto à Polícia Federal.

Uma decisão do Supremo Tribunal Federal datada de 2020 declarou ser inconstitucionais atos que vão contra a liberdade de expressão de alunos e trabalhadores e tentativas de impedir a propagação de ideologias ou pensamento dentro das universidades. O sindicato ainda não comentou o caso.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter da revista CartaCapital

Compartilhar postagem