CartaExpressa,Política

Aécio explica abstenção ao voto impresso: ‘Pretendo trazer de volta o tema após 2022’

Aécio explica abstenção ao voto impresso: ‘Pretendo trazer de volta o tema após 2022’

O tucano foi o único deputado a se abster na votação da proposta, principal obsessão bolsonarista

O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG). Foto: Evaristo Sá/AFP

O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG). Foto: Evaristo Sá/AFP

Derrotado na corrida presidencial em 2014, o deputado federal Aécio Neves (PSDB) foi o único a se abster na votação que derrotou a principal obsessão bolsonarista, a PEC do voto impresso, na terça-feira 10. Ao todo, foram 229 votos favoráveis, 218 contrários e uma abstenção, enterrando de vez a proposta.

Após a votação, o parlamentar explicou a sua decisão e prometeu ‘retomar a pauta’ após 2022. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

“Sou a favor do voto auditável como fui no passado, mas o presidente inviabilizou aprovarmos qualquer avanço agora. Minha posição é uma sinalização de que pretendo trazer de volta esse tema após 2022”, explicou.

Aécio está no centro de uma das mentiras alardeadas por Jair Bolsonaro para defender o voto impresso. Segundo o presidente, a eleição que o tucano perdeu para Dilma Rousseff em 2014 foi fraudada e a vitória, na verdade, teria sido do mineiro. Bolsonaro, no entanto, não tem qualquer prova de sua afirmação. Aécio e seus principais aliados na ocasião já descartaram qualquer indício da suposta fraude.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem