CartaExpressa

A boiada está passando novamente, dizem ONGs sobre relatório que enfraquece Marina Silva

‘É uma inversão do propósito anunciado pelo governo Lula na sua chegada ao poder’, critica o Observatório do Clima

Votação da MP dos ministérios em comissão especial. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

O Observatório do Clima, formado por organizações não-governamentais e movimentos de luta em defesa do meio ambiente, reagiu nesta quarta-feira 24 ao fato de uma comissão no Congresso criada para analisar a medida provisória de reestruturação dos ministérios ter aprovado o parecer do deputado Isnaldo Bulhões (MDB-AL).

“Um passo atrás. Relatório sobre a MP 1154, que estrutura órgãos do Executivo, é uma inversão do propósito anunciado pelo governo Lula na sua chegada ao poder. É a boiada passando novamente”, criticou a entidade.

Em nota, o Observatório diz que o movimento “espanta pouco num Congresso dominado pelo combo ruralistas-extrema-direita, que desde o começo do ano vem tentando fazer passar todas as boiadas que o bolsonarismo não conseguiu”. Afirma, porém, “chamar atenção que o governo Lula sequer fingiu indignação ao descobrir que não manda nem na organização dos próprios ministérios”.

Bulhões promoveu uma série de mudanças nas pastas, alterando órgãos e funções. O Ministério do Meio Ambiente, de Marina Silva, foi um dos mais afetados. O Cadastro Ambiental Rural, por exemplo, foi transferido para o Ministério da Gestão, enquanto a Agência Nacional das Águas passou a ficar sob o guarda-chuva do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Além disso, segundo o relatório, o Ministério das Cidades receberá a gestão de sistemas de informação que estavam sob a responsabilidade de Marina: o Sistema Nacional de Informações em Saneamento Básico, o Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão dos Resíduos Sólidos e o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.