CartaExpressa

64% dos brasileiros desaprovam governo Bolsonaro, diz pesquisa

Levantamento também mediu a avaliação da atual gestão que chegou a 54% de citações negativas

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Evaristo Sá/AFP
O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Evaristo Sá/AFP

A mais recente pesquisa do Instituto Ipespe, divulgada nesta quarta-feira 3, mostrou que o governo Jair Bolsonaro segue em baixa. Ao todo, 64% dos entrevistados desaprovam a atual gestão e 54% avaliaram a atuação do governo federal como ruim ou péssima.

O levantamento revela uma estabilidade nos índices do presidente, que variaram dentro da margem de erro.

Menções positivas à atual gestão somaram 24%, o índice era de 23% no levantamento anterior. Já a aprovação ficou estagnada em 30%.

A pesquisa mediu ainda a percepção das notícias em relação ao governo. Ao todo, 59% dos brasileiros consideram que as informações divulgadas foram desfavoráveis. Só 7% apontaram um cenário oposto.

Questionados sobre qual foi o assunto que mais leu ou ouviu sobre o atual governo recentemente, os entrevistados indicaram a informação falsa divulgada por Bolsonaro sobre a relação da vacina da Covid-19 com a Aids (25%). Em segundo lugar aparecem empatados (6%) a CPI da Covid, o descaso do governo com a pandemia e o novo Auxílio Brasil.

A pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 28 de outubro e entrevistou mil pessoas por telefone. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais e o índice de confiança é de 95,5%.

Veja a íntegra da pesquisa:

2021_10 RELATÓRIO PESQUISA IPESPE – AVALIAÇÃO PRESIDENCIAL E ELEICAO 2022

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!