Eleições 2020: Celso Russomanno, candidato do Republicanos à Prefeitura de SP

Conhecido pelo popular programa de televisão 'Aqui Agora', ele tenta ser eleito ao cargo pela terceira vez; veja a trajetória

Celso Russomanno. Foto: Perfil oficial no Facebook

Celso Russomanno. Foto: Perfil oficial no Facebook

CartaCapital,Política

O candidato do Republicanos à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, tenta, pela terceira vez, ser eleito para o cargo.

 

 

 

Como na disputa atual, em 2012 o comunicador chegou a liderar a corrida eleitoral, mas foi dinamitado por uma declaração infeliz sobre cobrança no transporte público.

As semelhanças com quatro anos atrás terminam aí, pois, desta vez, o candidato tem o apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Embora o presidente esteja com popularidade em queda na capital paulista, no segundo turno da eleição presidencial de 2018 ele obteve mais de 3 milhões e 500 mil votos, ou 60,38%.

A proximidade com Bolsonaro é o maior trunfo de Russomanno que, além do presidente, tem o apoio da Record e da Igreja Universal.

 

Crivella paulista

Líder nas primeiras pesquisas, Russomanno não deve escapar da comparação com Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro.

Do mesmo partido e com apoio da Record e da Igreja Unversal, o carioca corre o risco de não ser reeleito na capital fluminense.

 

Partido: Republicanos

Vice: Marcos Costa (PTB)

Coligação: Coligação: Republicanos e PTB

 

Em São Paulo, Russomanno busca colar a sua imagem à de Bolsonaro, mas os adversários devem aproximá-lo da má avaliada gestão de Crivella.

Se o presente do candidato será destacado nas críticas, o passado também deve vir à tona. Russomanno já foi Lula, declarou apoio à Dilma Rousseff e, agora, está com Bolsonaro.

Na Câmara dos Deputados, é membro do chamado Centrão, bloco de partidos que foi muito criticado pelos apoiadores do presidente, mas que hoje garante a base do governo federal.

O apoio de Bolsonaro pode garantir Russomanno no segundo turno, mas sua alta taxa de rejeição torna o cenário bastante incerto.

 

Biografia

Celso Ubirajara Russomanno nasceu em São Paulo, em 20 de agosto de 1956. É bacharel em Direito, especializado em Direito do Consumidor e jornalista. Ficou nacionalmente conhecido pelo popular programa de televisão Aqui Agora, um quadro em que lidava com consumidores insatisfeitos.

Filiou-se ao antigo PFL, atual DEM, em 1985, permanecendo no partido até 1994, ano em que foi eleito deputado federal e migrou para o PSDB. Na Câmara, onde permaneceu até 2010, foi autor de projetos de lei que visavam mudanças no Código de Defesa do Consumidor.

Em 1997, Russomanno deixou o PSDB e filiou-se o PPB, para depois ligar-se ao PP. Por esse último partido, saiu candidato ao governo do Estado de São Paulo nas eleições de 2010, ficando em terceiro lugar, atrás de Geraldo Alckmin (PSDB) e Aloizio Mercadante (PT).

Em 2011, saiu do Partido Progressista e filiou-se então ao PRB (atual Republicanos).

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem