CartaCapital é a nova casa de Glenn Greenwald no Brasil

Além de colunista da edição semanal impressa da revista, o jornalista conduzirá entrevistas ao vivo e podcasts.

CartaCapital é a nova casa de Glenn Greenwald no Brasil

CartaCapital

Vencedor de um prêmio Pulitzer e peça-chave em investigações que mudaram o curso da história, o jornalista e escritor Glenn Greenwald terá CartaCapital como nova casa no Brasil.

Além de colunista da edição semanal impressa da revista, Greenwald conduzirá entrevistas e podcasts.

“Quando vim morar no Brasil uma das primeiras revistas de política que li foi a CartaCapital. Sempre honesta nos seus pontos de vista, com reportagens e análises complexas, profundas, informativas. Com CartaCapital, eu aprendi muito sobre as complexidades da política do Brasil”, comemora o jornalista.

Na quarta-feira 17, às 11h, ele e o diretor de redação Mino Carta contarão ao vivo mais detalhes da parceria. A conversa será transmitida no canal de CartaCapital no YouTube.

Após passagens pela revista Salon e pelo jornal britânico The Guardian, Greenwald fundou em 2013 o Intercept, do qual se desligou em outubro do ano passado.  Também foi co-fundador da edição brasileira do site, lançado em 2016.

Com o Guardian, Greenwald produziu com uma série de reportagens a respeito das revelações de Edward Snowden sobre a Agência de Segurança Nacional americana, a NSA. No Brasil, trouxe à luz mensagens trocadas entre os procuradores da força-tarefa da Lava Jato. O escândalo evidenciou a proximidade dos investigadores com Sergio Moro, reforçando as acusações de que o ex-juiz atuou de forma parcial contra o ex-presidente Lula.

Nascido nos Estados Unidos, Glenn Greenwald vive há dezesseis anos no Rio de Janeiro com o marido, o deputado federal David Miranda (PSOL), os dois filhos e 26 cães.

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem