CartaCapital

assine e leia

A Semana: 16 a 22 de janeiro

Bolsonaro rejeita socorro financeiro ao Rio de Janeiro de Cláudio Castro

Lealdade não é o forte do ex-capitão – Imagem: Carolina Antunes/PR
Lealdade não é o forte do ex-capitão – Imagem: Carolina Antunes/PR
Apoie Siga-nos no

“Não dá para ser infiel, isso não serei com certeza”, afirmou Cláudio Castro, em dezembro, ao reiterar o apoio à reeleição de Jair Bolsonaro durante uma coletiva de imprensa no Palácio Guanabara. Igualmente preocupado em se reeleger, o governador do Rio de Janeiro dava como favas contadas o socorro financeiro do governo federal ao estado, mas acabou apunhalado pelo ex-capitão. Após o Tesouro Nacional e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional se manifestarem pela rejeição do plano de recuperação fiscal fluminense, Castro terá de recorrer ao Supremo Tribunal Federal para se manter no programa e assegurar a continuidade da suspensão na cobrança das dívidas bilionárias do Rio com a União.

Em parecer, o Tesouro apontou a “precariedade” do plano de Castro, lastreado em “premissas técnicas frágeis” para reequilibrar as contas do estado. O Rio foi o primeiro a aderir ao Regime de Recuperação Fiscal, criado em 2017 para socorrer estados endividados. Em troca de um alívio no pagamento das dívidas com a União, os optantes se comprometem a adotar rígidas medidas de austeridade fiscal. Após mudanças nas regras do programa, o governo fluminense pleiteou uma nova adesão. Entre os problemas apontados pelo Tesouro figura a previsão de reajustes salariais aos servidores durante a vigência do regime. Apenas neste ano, a despesa com pessoal subiria 17,1%. Em 2023, a alta seria de 8,9%.

Lulinha livre

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.