A América e o mundo, a batalha dos brasileiros

Futebol masculino e feminino entram campo no mês de junho em competições internacionais

A América e o mundo, a batalha dos brasileiros

Blogs,Futebol por Elas

Em menos de um mês, as televisões de todo o Brasil vão ser engolidas pela atmosfera do futebol. Os jogos da Copa América masculina e da Copa do Mundo feminina serão transmitidos em canal aberto. Serão vinte e duas camisas amarelas em campo defendendo o nosso País em uma das nossas maiores paixões. As mulheres defendendo o reinado do mundo e os homens o da América.

‘Marta é um modelo excepcional para mulheres e meninas de todo o mundo’, destacou a ONU

A Copa do Mundo feminina começa no dia 7 de junho e vai até o dia 7 de julho. São 24 seleções participantes da competição que acontecerá na França. Já são mais de 700 mil ingressos vendidos, recorde de vendas para o mundial feminino. De acordo com a Fifa, esgotaram em apenas 48 horas os ingressos para o jogo de abertura entre França e Coreia do Sul, os das semifinais e final do campeonato.

A Copa América masculina começa no dia 14 de junho e vai até o dia 7 de julho. a competição acontecerá aqui no Brasil e o nosso país vai dar início à competição jogando contra Bolívia às 21:30, no Morumbi. Essa edição vai ter 12 participantes já contando os dois convidados da Ásia, Japão e Catar.

Não será uma disputa de atenção e, sim, um compartilhamento de espaço. Mesmo que o futebol masculino tenha mais tempo de televisão do que o feminino, as nossas meninas vestindo a camisa da nossa seleção vão ter os seus jogos transmitidos em rede aberta.

Isso já é um grande passo. A Copa do mundo feminina não é tão antiga quanto a masculina, a primeira aconteceu em 1991. Em tão pouco tempo, já conseguimos atingir as telas e, se a sorte estiver do nosso lado, vamos dominar o mundo!

É perfeitamente normal e compreensível que o futebol masculino tenha maior visibilidade. Além de ser uma questão cultural antiga e mercadológica, nossos olhos já se acostumaram a ver o jogo de mais força e mais rapidez que os homens fazem. Porém isso não significa que as mulheres também não possam dividir esse espaço e o recorde de venda de ingressos para a Copa do Mundo feminina já mostra que a roda está girando e que as mulheres estão chegando no topo.

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem