Augusto Diniz | Música brasileira

Jornalista há 25 anos, Augusto Diniz foi produtor musical e escreve sobre música desde 2014.

Augusto Diniz | Música brasileira

Orquestra Ouro Preto com João Bosco é triunfo da MPB no erudito

Foram lançados CD e DVD do encontro sereno e sublime do conjunto de instrumentistas com o cantor-compositor

Foto:  Íris Zanetti/Divulgação
Foto: Íris Zanetti/Divulgação
Apoie Siga-nos no

A Orquestra Ouro Preto e João Bosco tocaram juntos em meia dúzia de cidades mineiras no segundo semestre do ano passado. O show em Ouro Preto foi transmitido por streaming e está disponível no YouTube. O de Belo Horizonte, que foi registrado para CD e DVD, sai agora com o nome de Gênesis

Já tem um tempo que a Orquestra Ouro Preto convida artistas da MPB para participar de projetos, fazendo a fusão do erudito com o popular. No caso de João Bosco, esse exercício parece mais desafiador, pois o cantor e compositor, embora tenha composições com letristas refinados e, ao mesmo tempo, cotidianos, como Aldir Blanc, Abel Silva e Capinam, possui melodias muito particulares, no seu ritmo próprio e introspectivo.

O resultado é bom e coloca uma face da MPB importante e reluzente, interpretada por João Bosco, no erudito. A Orquestra Ouro Preto, regida pelo maestro Rodrigo Toffolo, é respeitosa às características do artista, com seus fraseados sonoros na música. 

Mineiro de Ponte Nova, Bosco encontrou a orquestra da cidade em que viveu por cerca de uma década, quando estudou engenharia na Universidade Federal de Ouro Preto. Os mineiros se entenderam bem no trabalho e vale sentar e ouvir os arranjos de Nelson Ayres para o projeto. Participam ainda da gravação músicos que acompanham João Bosco na carreira: Kiko Freitas (bateria) e Guto Wirti (baixo). 

O repertório percorre a carreira de Bosco, como Jade, O Ronco da Cuíca, Bala com Bala, Corsário, De Frente pro Crime, O Rancho da Goiaba, O Bêbado e o Equilibrista, O Mestre Sala dos Mares, Incompatibilidade de Gênios, Kid Cavaquinho, Papel Marchê, Quando o Amor Acontece e por aí vai.

Acostumado a ele próprio ser a banda, João Bosco experimentou com a Orquestra Ouro Preto uma fusão ousada e triunfou. 

Augusto Diniz

Augusto Diniz
Jornalista há 25 anos, com passagem em diversas editorias. Foi produtor musical e escreve sobre música desde 2014.

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.