Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Milan abandona partida amistosa após ofensas racistas a jogador

Sociedade

Racismo

Milan abandona partida amistosa após ofensas racistas a jogador

por Redação Carta Capital — publicado 03/01/2013 14h19, última modificação 06/06/2015 18h25
Kevin Prince Boateng, jogador da seleção de Gana, foi alvo de xingamentos em jogo contra um time da quarta divisão
boateng

Boateng durante a partida contra o Pro Patria

O meia Kevin Prince Boateng, do Milan, um dos principais clubes de futebol da Itália, tomou uma atitude nesta quinta-feira 3 que pode servir de exemplo para combater o racismo no esporte. Durante uma partida amistosa na cidade de Busto Arsizio, contra o Pro Publica, time da quarta divisão, Boateng parou o jogo ao ser alvo de ofensas racistas, chutou a bola contra a torcida e abandonou o gramado. Seus companheiros o seguiram e a partida acabou naquele instante.

A explosão de fúria de Boateng, nascido na Alemanha, mas jogador da seleção de Gana, ocorreu na metade do primeiro tempo da partida. Os torcedores racistas, concentrados na lateral do campo, xingavam o meia e outros atletas negros do Milan. Em vez de continuar a jogada, Boateng parou, pegou a bola e chutou na direção dos torcedores. Depois, tirou a camisa e foi embora do gramado, seguido por seus companheiros. Alguns jogadores do Pro Publica tentavam dialogar com os torcedores racistas, enquanto a maior parte da torcida local aplaudia os atletas do Milan.

"Estamos desapontados e entristecidos pelo que aconteceu, mas precisamos parar esses gestos não-civilizados", disse o técnico do Milan, Massimiliano Allegri. "Sentimos pelos outros torcedores, pelo clube e jogadores, mas não poderíamos tomar outra decisão. Esperamos que possa ser um sinal importante", disse.

Em entrevista ao canal Sky Sports, o presidente do Pro Patria, Pietro Vavassori, negou que os gritos racistas tenham partido de torcedores de seu clube. Segundo ele, o ato "intolerável" foi responsabilidade de grupos que tentavam marcar posições políticas usando a visibilidade do Milan.

Confira abaixo a reação de Boateng aos insultos racistas: