Você está aqui: Página Inicial / Blogs / Midiático / Fanzine feminista 'Sexo Ágil' retoma discussão sobre o aborto

Cultura

Feminismo

Fanzine feminista 'Sexo Ágil' retoma discussão sobre o aborto

por Redação — publicado 07/04/2016 18h11, última modificação 08/04/2016 17h23
Publicação anual, capitaneada pela cantora Karina Buhr, coloca os direitos da mulher no centro da questão
Pedro Rotta/Flickr
Karina Buhr

A cantora, compositora, atriz e ativista pernambucana dedica-se ao fanzine feminista desde 2014

A discussão em torno da legalização do aborto, o incentivo a outros padrões de beleza e a reafirmação da defesa dos direitos das mulheres estão na edição de 2016 do fanzine digital Sexo Ágil, criado pela cantora Karina Buhr, com arte de Camila Fudissaku.

A cantora, compositora, atriz e ativista pernambucana dedica-se ao fanzine feminista, cuja periodicidade é anual, desde 2014.

A atual edição retoma, pela força das circunstâncias, a discussão sobre o aborto, em meio à epidemia do zika vírus e da microcefalia.

"Um mosquito é o rei da mídia e quem se atrever a falar sobre o direito de mulheres sobre seus próprio corpo é rechaçado. Temos sempre assuntos mais importantes do que...mulheres", escreve Karina.

"O aborto não é uma questão moral, que pouco importa a opinião de quem quer que seja sobre quando começa a vida, que mulheres que querem abortar avortam e que isso é uma questão de saúde pública".

Confira o fanzine na íntegra: