Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / MPF denuncia Chevron, Transocean e 17 pessoas

Sociedade

Vazamento no Campo de Frade (RJ)

MPF denuncia Chevron, Transocean e 17 pessoas

por Redação Carta Capital — publicado 21/03/2012 19h37, última modificação 06/06/2015 18h58
Órgão acusa envolvidos de crime ambiental e dano ao patrimônio público por vazamento na Bacia de Campos no último ano
chevron-vazamento-afp

Em novembro de 2011, vazamento na Bacia de Campos jogou 2,4 mil barris de petróleo no mar. Foto: AFP

Da Agência Brasil

Por Vitor Abdala*

Rio de Janeiro - O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta quarta-feira 21 à 1ª Vara Federal de Campos (RJ) as empresas Chevron, Transocean e 17 pessoas físicas por crime ambiental e dano ao patrimônio público. Segundo a denúncia, todos podem ser responsabilizados pelo vazamento de óleo no Campo de Frade, da Bacia de Campos, em novembro do ano passado.

De acordo com o MPF, o presidente da Chevron Brasil, George Buck, e três funcionários da empresa responderão ainda por dificultar a fiscalização, não cumprir obrigações de interesse ambiental, apresentar um plano de emergência enganoso e falsidade ideológica. Nesse útimo caso, por alterar documentos apresentados a autoridades públicas.

O MPF pede à Justiça o sequestro dos bens dos denunciados e fixação de fiança de 1 milhão de reais para cada uma das pessoas físicas acusadas e de 10 milhões de reais para cada empresa citada na denúncia.

*Publicado originalmente em Agência Brasil.

registrado em: ,