Você está aqui: Página Inicial / Sociedade / Morre a apresentadora Hebe Camargo

Sociedade

Memória

Morre a apresentadora Hebe Camargo

por Redação Carta Capital — publicado 29/09/2012 13h42, última modificação 29/09/2012 16h09
Hebe lutava contra um câncer desde janeiro de 2010. Ela havia acabado de acertar sua volta ao SBT, onde ficou por 24 anos
hebepele525

Hebe com Pelé durante seu programa, em maio de 2012. Foto: Renata de Paula / Divulgação / Rede TV!

A apresentadora Hebe Camargo morreu na madrugada deste sábado 29. Hebe morreu, segundo a Globonews, após sofrer uma parada cardíaca em sua casa, na zona sul de São Paulo. Hebe tinha 83 anos. Desde de 2010, ela fazia um tratamento para se curar de um câncer no peritônio, membrana que envolve os órgãos do abdômen.

O tumor de Hebe foi inicialmente diagnosticado em janeiro de 2010, mas em 2012 sua situação piorou. Em março, ela passou por uma cirurgia de emergência para a retirada de um tumor no intestino. Em junho de 2012, ela realizou uma cirurgia de emergência para retirar a vesícula. Em julho, foi novamente internada por conta de problemas nutricionais.

Hebe havia acabado de acertar seu retorno ao SBT, emissora na qual passou 24 anos de sua vida, entre 1986 e 2010, a maior parte deles comandando um programa de entrevistas consagrado na tevê brasileira. Hebe comemorou a volta ao canal de Silvio Santos no Twitter, onde escreveu que seu coração "estava disparado" e que estava muito feliz. Ao deixar o SBT, em 2010, Hebe foi para a Rede TV!, onde apresentou um programa nos mesmos moldes daquele tinha no SBT.

Hebe iniciou sua carreira artística nos anos 1940, como cantora, influenciada por grandes artistas do rádio, como Orlando Silva. Ela chegou a participar de uma dupla sertaneja com sua irmã. Em 1950, quando a tevê chegou ao Brasil, Hebe foi para o novo meio de comunicação e, por pouco, não entrou para a história como a cantora do hino da tevê. Hebe deveria ter feito a apresentação na estreia da televisão no Brasil, a Rede Tupi, mas, como revelou em 2007, faltou para acompanhar um evento em que um namorado da época seria promovido. O hino, então, ficou por conta de Lolita Rodrigues.

Em 1955, Hebe passou a apresentar, na TV Tupi, O Mundo é das Mulheres, primeiro programa feminino da tevê brasileira e grande sucesso. A carreira de cantora seguiu em paralelo e Hebe lançou diversos LPs e CDs. Hebe ainda passou por diversas emissoras, como a Continental, Record, onde ajudou a lançar diversos artistas da Jovem Guarda, e Bandeirantes, antes de chegar ao SBT.

registrado em: ,